10/04/2015

*Cachorros podem farejar doença maligna*


Estudos feitos no Hospital Amersham, na Inglaterra, sugeriu que cães conseguem farejar câncer em seres humanos. Para a experiência, foi usada a urina de 36 pacientes com câncer de bexiga e a de 108 voluntários. Cada cão tinha de cheirar sete amostra e se deitar perto da que pertencia ao paciente doente. 

O teste foi repetido oito vezes para cada cachorro, com novas amostras a cada vez. A média de acerto dos cães foi de 41%. A ideia do estudo surgiu depois de uma mulher pedir que um sinal fosse retirado de sua perna porque seu cachorro o cheirava sem parar. Eles descobriram que a mulher tinha um melanoma maligno. 

O mais intrigante é que um dos voluntários da pesquisa fora considerado saudável, mas os cães indicaram sua urina como a de um paciente com câncer. Testes adicionais provaram que o voluntário tinha um tumor no rim direito.


Espera-se que por meio da compreensão de como esses animais são capazes de fazer essas identificações, os cientistas possam então, desenvolver um “nariz eletrônico”, que poderia fazer uma triagem rápida e não invasiva.

“Se houver uma máquina tão precisa quanto um cachorro, eu digo que vá adiante. É muito pouco prático esperar até as máquinas serem capazes de alcançá-los" (Dina Zaphiris)