*Atenção aos lugares que seu cachorro pode pegar carrapato*

A doença do carrapato assusta os donos de cães, porque muitas vezes pode matar. O índice de mortalidade é alto, chega próximo aos 80%.
É preciso proteger o cachorro, mas nem sempre isso é suficiente. É necessário tratar o ambiente e o animal ao mesmo tempo. Tem que dedetizar a casa e aplicar no cachorro certas medicações e artifícios que combatam o carrapato no animal, como: pipetas, talco, óleos, e coleiras carrapaticidas (coleiras de borracha que já vem com medicação).

Locais onde seu cachorro fica mais exposto aos carrapatos:

Lugares com muitos cães

Nos parques ou nos cachorródromos, há o perigo de contrair pulgas ou carrapatos, justamente pela mistura de cães no mesmo local. Os carrapatos podem estar na grama alta, em moitas, ou até em outros cães e passar de um cão pro outro. O mesmo vale pra hotéis e creches para cães.

Solução: ao levar seu cachorro pra brincar, tenha certeza de que o anti-carrapato está em dia e evite deixar seu cão se esfregar na grama e em arbustos.


Quintal

Os carrapatos gostam de ficar embaixo das folhas da grama, ou seja, eles gostam da grama alta.
Solução: se você mora em casa com gramado, mantenha sempre bem curto e aparado.

carrapatos
Dentro de casa

Os membros da família podem trazer carrapato na pele, no sapato, na roupa, na bolsa, no cabelo…

Solução: quando forem fazer algum passeio mais ecológico, como trilhas, caminhadas, escaladas, troque de roupa e sapato antes de entrar em casa.

Veterinário

Pode ter um cão com carrapato na sala de espera. Ou até alguma outra doença.

Solução: quando levar seu cachorro no veterinário, mantenha-o na guia e evite contato com outros pacientes que estão na sala de espera.



Fale com seu veterinário sobre o melhor método para prevenir carrapatos.
Cuide do seu cão, mas não esqueça da parte psicológica. Além de saudável, seu cão precisa estar feliz! 

14 comentários:

  1. Oi Magda,como é bom ficar sabendo tudo sobre os carrapatos,uma lição para àqueles
    que passeiam com seus cães em lugares que possam pegá-los.
    Adorei.
    bjs amiga
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  2. Com nossos animais precisamos estar atentos a tudo!
    Ótimas informações!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Oi Magda!
    Dicas super interessantes. Eu não sabia que carrapato tb gruda na gente...
    Agora cuidado redobrado!
    Bjssss amiga

    ResponderExcluir
  4. Querida Magda: é sempre bom estarmos informados sobre as doenças que podem afetar os nossos bichinhos e o seu blogue é uma autentica enciclopédia. Obrigada por estar sempre disponível para nos ensinar.
    Bjn
    Márcia

    ResponderExcluir
  5. Esse blog é maravilhoso!
    Beijo, Magda!

    ResponderExcluir
  6. oi Magda essa doença e terrível mesmo que leva até a morte dos animais,estou sempre atenta aos meus,pois eles ficam apáticos,com febre,não comem,e a gengiva fica branca ,fico sempre alerta bjs Rosinha

    ResponderExcluir
  7. Dá uma dó né?

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  8. Bjssss querida e um ótimo feriadão p/vcs

    ResponderExcluir
  9. Excelente alerta.
    Um bicho tão pequeno e tão mortal! melhor tomarmos cuidado...

    ResponderExcluir
  10. Oi, Magda!
    Carrapatos são terríveis mesmo, tenho uma amiga que o cãozinho dela quase morreu , mas depois de muita luta ele se recuperou. Excelente post, muito esclarecedor. Abços

    ResponderExcluir
  11. É preciso mesmo ter muito cuidado!

    ResponderExcluir
  12. Querida amiga

    Ter um animal,
    não é apenas possuir.
    Ter um animal
    é também amar,
    cuidar,
    proteger.
    Desta forma o amor retribuído será imenso.
    E imensa também
    será a nossa alegria.

    ___________________________________


    Gostaria de convidá-la a visitar o meu outro blog
    www.semvoceeunaoseria.blogspot.com.br

    Nele estou publicando textos inspirados em músicas.
    Projeto de um livro para acordar sentimentos.

    Se puder, escute a música, leia o poema
    e deixe sua valiosa opinião.
    Amigos sabem ler nossas entrelinhas,
    e muitas vezes nos veem melhor do que
    realmente somos.

    Aluísio Cavalcante Jr.

    ResponderExcluir
  13. Bom dia, Magda!
    Não sabia que o índice de mortalidade era tão alto!
    Já tive problemas com essa praga, mas graças a Deus, agora tudo vai bem. A grama está sempre aparada e tenho homeopatia pra quando o tempo fica muito seco - que é quando mais aparecem as pragas.

    Que sua semana seja maravilhosa.
    Abração.

    ResponderExcluir
  14. Well done, good post, Abraçao del Belgica

    ResponderExcluir