2 de junho de 2015

*Dicas para dar remédio ao seu gatinho*


Quem nunca tentou dar uma medicação por via oral em gatos não sabe a missão quase impossível que é! Em geral, os gatos são bastante complicados para medicar ou vacinar. É próprio da espécie ser desconfiado e arredio, o que dificulta a manipulação. Os veterinários recomendam o mínimo de estresse ao examinar e principalmente ao conter um felino para evitar acidentes.

Se o animal precisar tomar uma medicação, por exemplo um antibiótico por vários dias consecutivos e levá-lo à clínica veterinária for inviável, medicá-lo por via oral pode ser uma tentativa... Mas nem sempre é tão fácil assim, como com os cachorros, pois os gatos possuem grande quantidade de receptores para o gosto amargo em suas papilas gustativas, que estão distribuídas por toda cavidade oral, mais precisamente na parte posterior da língua (que é bem onde colocamos a medicação). Dessa forma, os gatos são muito mais sensíveis aos sabores do que nós e do que os cães, reagindo com salivação intensa ao sentir gostos desagradáveis, tentando expulsar a substância incômoda ingerida. Além disso, os felinos são muito seletivos com a ingestão de alimentos, cheirando muito bem antes e podendo discernir só com o olfato se um determinado alimento está azedo, amargo, salgado e até mesmo estragado.

A reação de salivação intensa pode ocorrer mesmo antes da ingestão, só de o gato associar a embalagem do medicamento ao gosto que ele sentiu anteriormente, tamanha a sensibilidade que eles possuem.

Existem algumas “técnicas” para administrar remédios para gatos, e todas consistem em disfarçar ou atenuar o gosto. Misturar o comprimido ao alimento na grande maioria das vezes é inútil, pois pelo cheiro ele separará ou nem tocará na comida. Medicações líquidas exalam mais odor, além de ter um contato com maior área da cavidade oral, aumentando a salivação. Uma tentativa é cortar o comprimido em alguns pedaços e lambusar com manteiga, para que escorregue mais facilmente até ser engolido, e dificultando que o animal cuspa. Outro jeito é deixar o animal no canto de um cômodo, de modo que ele se sinta acuado até o remédio ser introduzido na boca. Mas para isto, o proprietário tem que ter certa habilidade e não ter dó.
De tudo isso, a melhor coisa a se fazer hoje em dia para evitar o trauma do animal é mandar fazer o remédio em farmácias de manipulação, existem as farmácias veterinárias onde estão disponíveis palatabilizantes com gosto acentuado de carne, frango e peixe, os quais são misturados ao princípio ativo da medicação e produzidos em forma de comprimidos parecidos com ração. Há também a alternativa em pasta, que se coloca na pata do gato, pois automaticamente ele lamberá, ingerindo o produto.

Se nada disso surtir resultado, deve-se pensar em medicação injetável, com a possibilidade de o proprietário aprender a aplicar a injeção com seu médico veterinário de confiança (normalmente por via sub-cutânea). Isso diminuiria o estresse do transporte até a clínica. 

Se você não se sentir seguro para aplicar a injeção, só resta levar seu filhote ao veterinário.



11 comentários:

  1. oi Magda boa noite tudo bem com você,como e difícil cuidar de um gato bjs Rosinha

    ResponderExcluir
  2. Amo suas dicas, quem adora bicho sempre precisa trocar com quem ama tb, obrigada por compartilhar, bjinho amiga, tua visita é uma grande alegria prá mim, linda semana prá ti.

    ResponderExcluir
  3. ai, Magda, eu sei como é difícil a hora do remedinho!

    Há dois anos que meu Sebastian tem que tomar 2 vezes no dia, gotinhas de Gardenal...você acredita que é só eu falar: remedinhoooooo...ele corre e se esconde embaixo da poltrona??

    Tadinho, morro de pena, mas, sem o remedinho ele tem crises...muito triste e assustador!!

    Tive um cachorrinho chamado Lulu que tinha doença renal e eu aplicava o soro nele todos os dias...por meses...até que no final já tomava 2 vezes no dia...

    Minha cadelinha Flor já está idosinha e precisa tomar remédio para os ossos todos os dias...e ela foge...adorei a sua dica de manteiga no comprimido...vou tentar...

    Ah...animalzinho dependente de remédio é um estress para eles e para nós, mas, é preciso cuidar!

    beijinhos, tenha uma semana bem bonita!

    Lígia e =^.^=

    ResponderExcluir
  4. Gostei das dicas.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  5. Dicas muito boas e que bom te ver! Lindo fds! bjs, chica

    ResponderExcluir
  6. Olá,Magda,boa noite, adoro suas belas dicas...
    verdade, se torna muito inviável levá-lo ,por dias consecutivos , para o veterinário e temos que encarar essa missão quase impossível, a tentativa de medicá lo por via oral...e quanta sensibilidade tem nossos "miaumigos", não? ...(essa) de cortar o comprimido em vários pedaços e lambuzar de manteiga é o que aprendi e tento fazer...injetável...hum,melhor levá lo mesmo...
    Agradecido pelo carinho,belos dias,beijos!

    ResponderExcluir
  7. Buon articulo, hello del Belgica.

    ResponderExcluir
  8. Bom dia, Magda!
    Eu não tenho gatinhos, mas sei da novela de quem tem...
    Meus filhinhos, depois de velhos estão com frescura para comer o remédio de vermes, mesmo misturado e picado com carne, acredita?
    Até falei pra eles... não sei o que acontece... antes o comprimido não era palatável e vcs mandavam tudo, agora, mesmo assim e misturado com carne, ficam catando... rsrs.

    Abração esmagador, lambeijos pra Vicky e feliz semana.

    ResponderExcluir
  9. Olá querida Magda!
    Tenho pensado seriamente em ter um Gatinho, ou um Cachorrinho.
    Teu Blog é excelente, creio que auxilia muitas pessoas!
    Obrigada por compartilhar!
    Beijinhos em teu lindo coração!!!

    ResponderExcluir
  10. Amei seu cantinho já estou seguindo, estou começando agora como blogueira gostaria que visitasse minha pagina e me seguisse, obrigada bjsss
    http://josianecavalli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi tudo bem ? Acabei de conhecer seu blog e adorei! Sou completamente contra maus tratos , testes em animais , animais em circo , rodeios , touradas , comércio , e espetáculos utilizando animais adestrados . Adotei um cachorrinho e um gatinho, pois sou com contra comprar . Parabéns pela iniciativa de ter criado um blog falando sobre isso. Acabei de compartilhar seu blog na fanpage do meu blog. http://www.variedadesenfim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir