16/11/2013

Hortênsia - Atenção para quem tem animal de estimação!


"Algumas das plantas ornamentais que temos em nossos em vasos ou jardins podem esconder perigo por trás de sua beleza, sendo denominadas tóxicas. Em algum grau, toda planta apresenta alguma toxicidade, mas a denominação plantas tóxicas se aplica àquelas cuja ingestão ou contato provoca sintomas de intoxicação. Os princípios ativos são o que determinam a ação tóxica da planta"

A Central de Controle de Veneno e Intoxicação da ASPCA identifica Hortênsia como sendo tóxico para gatos, cães, cavalos e vacas. 

"Cavalos e vacas que ingeriram a planta desenvolveram diarreia com sangue e cólicas. Cães e gatos têm frequentemente vômitos e diarreia após a ingestão das flores de Hortênsia. O ideal seria manter as flores longe de seus animais de estimação."


Seu bichinho pode apresentar alguns sintomas como náuseas, letargia, vômitos e você nem desconfiar que aquela inocente e linda flor (no vaso ou jardim) possa ser a responsável.

Hortênsia: 

Nome científico: Hydrangea macrophylla
Nome popular: Hortênsia, hortência, rosa-do-japão, hidrângea
Floração: início do verão e finais do outono
Parte tóxica: Toda planta.
Toxicidade: alterações do sistema nervoso central e transporte de O2.

Sintomas da intoxicação: cianose (mucosas arroxeadas), convulsões, dor abdominal, flacidez muscular, letargia, náuseas, vômitos e coma (ingerida em grande quantidade).

Princípio ativo: licosídeo cianogênico – hidrangina 
O princípio tóxico na planta hortênsia é glicosídeos cianogênicos. (Este produto químico tem o potencial de se transformar em cianeto, um veneno forte, quando exposta ao ácido do estômago. Envenenamento por cianeto de hortênsias é considerada rara.) "O ideal é não permitir que seu animal tenha contato com qualquer uma destas plantas, evitando que haja ingestão e consequente toxicidade. Os filhotes de cães são os mais suscetíveis à toxicidade causada por ingestão de plantas tóxicas devido a curiosidade e hábitos de brincadeira".

"Os gatos não ingerem com a mesma frequência que os cães, mas não é raro encontrar gatos intoxicados por esse motivo. Muitas vezes o diagnóstico da intoxicação é prejudicado por não ser descoberto qual tipo de planta o animal ingeriu.


Gatos, principalmente os jovens são curiosos e brincalhões, eles têm por hábito arranhar as garras em plantas, arbustos, etc, bater nas folhas e flores com as patas e depois acabam por lamber a patinha. Desta forma, mesmo não tendo ingerido diretamente a folha ou flor, eles podem acabar apresentando sintomas de intoxicação.

A primeira dica é evitar essas plantas em casa e, a segunda é levar o animal imediatamente ao veterinário quando há suspeita de intoxicação. Ao tentar induzir o vômito em casa o animal pode aspirar o vômito e desenvolver uma pneumonia por aspiração. Além disso, é comum as pessoas darem leite aos envenenados e intoxicados. Essa ação, além de perder o tempo que poderia usar para ir até uma clínica, não tem efeito antídoto algum e pode piorar o quadro em caso de aspiração de vômito." 

Flores e Rosas paisagens natureza flores rosas hortensia


A hortênsia é a flor símbolo do município de Gramado, conhecida cidade da serra gaúcha. É um arbusto muito florífero e rústico. Produz inflorescências em forma de buquês, compostas de muitas flores, que podem ter a cor azul, lilás, rósea, vermelha e branca.