30 de agosto de 2013

*As sete perguntas que seu cão faria ao veterinário*

Especialista responde as dúvidas de comportamento que um cachorro certamente teria, se soubesse falar. Confira as dicas.

1. Tenho necessidade de enfiar meu focinho no cocô e bumbuns alheios. Sou pervertido?
Não. Os cães sentem o cheiro para decifrar o desconhecido. Ao farejar fezes de outros cães, podem dizer o sexo do animal e há quanto tempo passou por ali. Se for fêmea, percebe se está no cio. O mesmo acontece quando encontram pessoas desconhecidas. Os cães investigam em busca de informações.

2. Por que gosto de rolar em lixo, excrementos ou em outras coisas que as pessoas acham nojentas?
Da mesma forma que as pessoas, os cachorros gostam de disfarçar seus odores com outros artificiais. Muitas vezes estão se sentindo sujos e por isso procuram ''perfumes''. O problema é que, em geral, preferem o cheiro de materiais orgânicos em decomposição e isso parece nojento.

3. Toda vez que vejo vizinhos novos, fico nervoso. Como posso me controlar?
Tudo isso é desconfiança. Vizinhos, em geral, são encarados como inimigos porque ficam próximos e nunca vão embora. Esse tipo de problema é fácil de ser superado. Se o cão se sente ameaçado, é bom que pense que os vizinhos são também da família, com passeios em conjunto, por exemplo.

4. Por que tento fazer sexo com tudo que vejo: almofadas, joelhos, pé da mesa, qualquer coisa?
Esse é o comportamento do cão jovem ou inexperiente. Essas atividades são próprias daquele que nunca tem oportunidade de fazer o ato em si. Isso significa que, quando seu aparelho sexual precisa ser testado, escolhe a coisa mais próxima. Para inibir a masturbação, diga um não e coloque-o de castigo por alguns minutos.

5. Quando fico sozinho, faço um rebuliço na casa. Sou rebelde?
Não. Para o cão, ficar sozinho não é natural, é chato. Até quando estão entediados e na presença dos donos, aprontam para ter atenção. Bronca também é sinal de carinho. Se a dona nem perde mais tempo chamando a atenção do animal, ele se sente sozinho. Já quando está realmente sem companhia, fica ansioso e destrutivo. Uma dica: quando sair deixe brinquedos por perto, para que possa destruí-los.

6. Mesmo bem alimentado, tenho necessidade de revirar o lixo. Sou louco?
Não. Geralmente isso acontece na ausência de exercício físico. Quando o cão se sente desmotivado, a comida se torna o objetivo da vida. E mexer no lixo pode ser excitante.

7. Por que tenho medo de barulho?
Os cães ouvem barulhos a uma distância quase quatro vezes maior do que os humanos. Para se acostumar com esses ruídos, os bichinhos devem ouvir CDs de efeitos especiais diariamente.

Quem responde?
O veterinário americano Bruce Fogle. Ele lançou o livro 100 Perguntas Que Seu Cão Faria ao Veterinário (Editora Nobel). Para isso, pesquisou as questões do comportamento de um cão. Foi colocado aqui, as 7 principais. 
A partir do livro, fica claro que muitas vezes o que o dono julga ser um mal comportamento do cãozinho tem uma explicação lógica.



         

22 comentários:

  1. Un Gran Post con buenas Preguntas y mejor Respuestas para conocer mejor a nuestro Perro.
    Abraços e beijos.

    ResponderExcluir
  2. Oi amiga Magda,agora fiquei emocionada em ver essa foto que parece o nosso Snoopy!Que saudades!

    Como sempre,você nos passando dicas muito importantes,principalmente àqueles que possuem animaizinhos.

    bjs amiga
    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá Magda! Muito legal o post!!
    Eu tinha uma maltês e ela amava fazer o "ritual" dela todos os dias, primeiro rodava e depois se esparramava em vômito ou em lixo, que coisa, quando não tinha vômito nem lixo por perto ela se esfregava na terra! Era engraçado de ver!

    Beijos!!! Ótimo fds!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. OI MAGDA!
    ACHEI MUITO FOFO ESTE POST E GOSTEI DE LER, ASSIM CONHECEMOS UM POUCO MELHOR ESTES NOSSOS COMPANHEIROS QUERIDOS.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Amei esse post, super instrutivo. Eu só adicionaria uma coisa: a masturbação de cães também pode ser controlada com a castração! Mais uma vantagem de se castrar os animais, né!

    Em relação à dúvida número 2, agora eu entendi porque o Alvim gosta de se esfregar nos calangos podres que ele mesmo mata! Meu cão é mau e fedido, kkkkkk!!

    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  6. oi Magda,e sempre bom saber um pouco mais de nossos amiguinhos bjs Rosinha

    ResponderExcluir
  7. Oi Magda, super dicas. Sempre é muito bom conhecer mais sobre nossos amiguinhos peludos!
    Bjocas e bom domingo :D

    ResponderExcluir
  8. Carinhosamente passando para
    desejar um feliz e abençoado Domingo.
    Sem falar das saudades , que tenho no coração.
    A vida tem dessas coisas de vez em quando
    testa nossa fé e força para lutar.
    Beijos no coração carinhos e afagos na sua alma.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  9. Foi um post perfeito para o Barum! Se bem que agora ele está velhinho e anda mais comportado mas ele já tudo isso durante seus 14 anos de vida. O que mais me irrita é que quando a Luna faz xixi ele lambe e fica babando! Como ele não foi castrado ainda tenta fazer sexo com o edredon, é uma coisa horrorosa, dou bronca e ele fica desapontado mas aceita. Até hoje ele ainda tenta cruzar com a Luna que é castrada!
    Beijos
    Laís

    ResponderExcluir
  10. Magda, instrutivo e muito engraçado! [sorrio] A Lola, nossa cachorrinha, manda lembranças. Com tempo, diga algo sobre Valentina no meu http://jefhcardoso.blogspot.com Ficarei grato. Abraço do blogueiro!

    ResponderExcluir
  11. Adoramos as respostinhas dos "Bichinhos"
    Eles tem toda razão
    Eles sabem das coisas, né?
    Tenha uma linda nova semaninha,Magda
    Um beijinho carinhoso de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  12. Que post legal!!! Me diverti com as respostas!!!
    A Mel adora um lixinho! hehehe

    Beijos querida e um noite estrelada pra você!
    Afagos na Vicky *-*

    ResponderExcluir
  13. Realmente eles perguntariam isto... e mais algumas coisinhas estranhas..kkkk.
    Tenha um ótimo final de semana e beijinhos,

    ResponderExcluir
  14. MAGDA.

    excelente postagem, criativa e muito pedagógica.

    Aprendi, tudo !

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  15. Olà querida Magda,
    adorei o post.
    um otimo final de semana para vocè.
    Woof, woof,

    Chicco

    ResponderExcluir
  16. Legal, faz sentido...Magda, você sabe que amo os animais, mas, deve ter ficado perplexa com o meu poema "Morada do silêncio". Depois de alguns dias, percebi que ninguém entendeu, então, coloquei lá, uma observação. Se puder dê uma olhadinha rs. Beijo no coração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está certíssima querida amiga!
      Precisamos tomar cuidado com essas criaturinhas.
      Beijos.

      Excluir
  17. Oi Magda, ri à vontade lembrei do meu, a única diferença que meu caõzinho não gostava de carne de vaca, galinha ou porco, adorava legumes, verduras e muito peixes. Dava um trabalhão para retirar os espinhos. Será que fui premiada, pois também não gosto de carne, mas fazia para família.
    Tem alguma explicação para isso?
    Amei sua postagem
    Agora não a perco, coloquei seu blog na lista de blogs amigos.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  18. Querida Dorli!
    Engraçado seu cãozinho não gostar de carne...interessante isso. A minha adora um peitinho de frango cozido...rs
    Obrigada pelo carinho. Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Bom dia!!!
    Muito lindo este seu cantinho, vim por curiosidade, mas já estou ficando por aqui, por tamanho amor que exala em cada letrinha, foto, postagem...
    Perfeita sintonia entre o homem e os animais (os verdadeiros homens)
    bjs
    Excelente semana
    Ritinha

    ResponderExcluir
  20. Li sobre isso no livro A Cabeça do Cachorro - muito bom, já leu? Fala sobre vários itens de comportamento canino.

    Esse me parece muito bom... já vai pra minha lista.

    Abração e lindo dia.

    ResponderExcluir