6 de março de 2016

*Algumas dicas para dar um banho mais tranquilo em seu gatinho*

Se você já tentou dar banho em um gato, provavelmente ficou com cicatrizes da guerra por alguns dias. Seu bichano vai espernear, arranhar, miar e até uivar se você colocá-lo debaixo d’água. Mas apesar da crença popular, os gatos não odeiam água. Seus parentes distantes, principalmente os que vivem nas selvas quentes, adoram nadar (pense num tigre).

Eles gostam de enfiar a pata na tigela de água, e muitos ficam fascinados com a torneira pingando ou a chuva na janela. Alguns gatos, inclusive, como Turkish Van, adoram nadar! O que eles não gostam, em qualquer aspecto da vida, é serem forçados a fazer alguma coisa. E quando colocamos seus pêlos devidamente lambidos e arrumados, com seu cheirinho e identidade, debaixo do chuveiro… eles obviamente ficam bravos.

E o primeiro passo para dar um banho no seu gato e sobreviver, é entender isso. O segundo é entender que ele NÃO PRECISA DE BANHO nem de vez em quando. Nem uma vez por mês. Não precisa! Ele sabe se manter limpo, ele tem uma língua fascinante que serve justamente para isso. 
Mas… ele se pode se enfiar em lugares sujos, cavar seus vasos e pegar pulgas. Nessas situações emergenciais, e apenas nelas, o stress do banho é necessário. 

Então para te ajudar na empreitada, seguem algumas dicas:
  • Banho a seco. Essa deve ser sua primeira opção. A maioria dos gatos nem percebe que está tomando banho. Compre um produto específico para gatos, porque ele inevitavelmente vai se lamber e vai ingerir o produto. Os lenços umedecidos são mais práticos, mas também existem sprays que você passa e espalha com uma toalha. Tente fazer a coisa toda parecer uma sessão de carinho e massagem e escove bem os pêlos do gato, antes e depois da aplicação.
  • Corte as unhas dele. De preferência, no dia anterior, já que o corte de unhas também é estressante. Se o banho for uma emergência, melhor você usar luvas de borracha para se proteger em vez de estressar o gato.
  • Escove antes. Não deixe para escovar na água porque isso só vai fazer o banho demorar mais. Escove bem os pêlos dele, no sentido contrário ao crescimento. Se ele não gosta disso, escove, solte-o e espere que ele se acalme antes de começar o banho. A chave aqui é não acumular stress.
  • Não deixe ele nervoso. Prepare tudo o que vai precisa ANTES de o gato perceber que vai tomar banho, você pode brincar com ele por um tempinho, fazer um carinho e ajudá-lo a relaxar antes de colocá-lo no box. Se ele perceber que tem banho vindo aí, vai ficar mais ansioso e estressado.
  • Mantenha a sua tranquilidade. Se você estiver apreensivo, o gato vai saber, e vai ficar apreensivo também. Relaxe, respire fundo, agrade o queixo dele, finja que é tudo uma brincadeira.
  • Comece devagar. Não coloque o gato na água, em nenhum momento. Use um chuveirinho ou um copo para molhá-lo, sempre com água morna. Comece pelas patinhas e vá subindo, a cabeça é a última parte (cuidado com ouvidos e boca, se possível, nem molhe a cabeça, use só um paninho úmido).
  • Use shampoo de gato. Vai ficar um resto de shampoo e ele vai se lamber e vai engolir. Produtos para cachorro ou para gente podem causar reações alérgicas ou mesmo serem tóxicos (shampoo antipulgas de cachorro então… nunca!). Enxague o melhor que puder.
  • Seque bem. Mesmo que ele esteja nervoso, enrole-o numa toalha macia e esfregue os pêlos. Escove-o mais uma vez e, se possível, atraia-o para um lugar com sol. Ele vai sentar e se lamber por um bom tempo, deixe. Ele está consertando a “bagunça” que você fez nos pêlos dele e tentando colocar seu próprio cheiro de volta.
  • Secador? Pois é… se seu gato tem pêlos muito compridos, pode ser preciso usar um secador para evitar nós. Use a temperatura mais baixa, a velocidade mais baixa e bem longe da pele. Peça para alguém ligar o secador do outro lado do cômodo para ver como ele reage ao barulho, e só então leve-o para perto. Comece com o ar bem de longe, e nunca direto no rosto, e aproxime devagar. Se nada disso funcionar e ele estiver apavorado, não insista. Seque-o com a toalha e escove bem os pêlos dele. Deixe ele secar um pouco no sol e escove de novo. E mais uma vez quando estiver completamente seco.


Não peça desculpas na hora! Peça depois. É uma tentação grande dar petiscos e saches durante e logo depois do banho, mas, além do fato de que ele não vai comer. Espere um tempo, mais de meia hora no mínimo, antes de dar um agrado de desculpas. Afinal, ele merece!

Fonte: gatinhobranco.com

9 comentários:


  1. Legal as dicas!
    Eu deveria ter acostumado os meus desde filhotes, agora é uma perfeita guerra para banhá-los.
    Beijinhos e uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  2. Querida amiga Magda,parabéns por todas essas dicas,principalmente para àqueles que possuem gatos.
    Muitos acham que gatos não precisam de banhos.rsrs
    Bjs e uma ótima semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  3. Gostei das dicas :)
    Beijokas da Camila e Carol
    já tem novidade no blog

    Vamos Papear 

    ResponderExcluir
  4. Hoje um dia muito especial
    para todas as mulheres.
    Hoje um dia em que podemos
    dizer sem medo de errar.
    Somos mulheres ..
    Somos todas iguais e única
    ao mesmo tempo.
    Deus abençoe pelo seu dia minha
    amiga querida.
    Deus abençoe nosso Dia.
    Deixei mimos na postagem
    se gostar fique a vontade
    para levar ofereço com carinho.
    Um beijo carinhoso.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  5. Oi Magda querida!
    Que coisinhas mais fofas esses gatinhos. Eu já tive 2 e amei muito os "bichaninhos". Realmente, o banho é difícil viu? kkkk
    Bjsssss amiga e uma noite abençoada p/vcs

    ResponderExcluir
  6. É a nossa velha mania de humanizar os animais. Os gatos são animais muito limpos, e ponto. Muita paz!

    ResponderExcluir
  7. oi Magda boa tarde ótimas dicas mesmo para quem nunca teve gatos como eu são bem interessantes bjs Rosinha

    ResponderExcluir
  8. Querida magda: não pude deixar de sorrir com este post. É que não costumo dar banho à minha gatinha e ela é super limpa e o seu pelo é brilhante. Porém, houve uma vez em que ela teve de andar de carro e assustou-se tanto que fez xixi e sujou-se. Tentei dar-lhe banho e claro que aquilo parecia uma zona de guerra. Ela bufou, miou altíssimo em protesto e arranhou-me ( embora sem querer já que ela é um doce!!!). Foi a primeira e última vez,amiga ,lol.
    Bjn
    Márcia

    ResponderExcluir
  9. Olá Magda! Obrigada pela visita ao meu blogue. :)
    Eu adoro animais mas infelizmente por agora ainda não tenho condições de ter nenhum. Mas a minha irmã tem um gato que por acaso adora tomar banho. Aliás se ela se descuida quando dá por ele, ele já está dentro da banheira junto com ela. :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir