01/10/2015

*Os perigos de passear com seu cachorro sem guia*

Andar com o cachorro sem guia é um desejo bastante comum. Muitas pessoas pedem para treinar seus cães a andarem sem a guia da coleira, pois a maior vontade desses donos é que seus cães possam andar livremente, explorar o ambiente e os cheiros e, consequentemente, aproveitar melhor o passeio. Além disso, muitos cachorros puxam a coleira, como costumamos dizer, ou seja, por ficarem bastante eufóricos com o fato de estarem passeando, acabam não andando no ritmo do dono, puxando a guia. O problema é que isso incomoda demais os donos, que acreditam que tudo seria diferente se o cão estivesse andando livremente, sem a guia.



De fato, andar com o cachorro sem guia seria magnífico, se não fossem alguns pontos importantes. Confira:

Ambiente urbano: Nas cidades, vivemos em um ambiente urbano. Isso significa que estamos sujeitos a encontrar automóveis o tempo todo, além de pessoas de bicicleta, skate, patins – todos esses em altas velocidades. Toda essa movimentação pode ser perigosa, já que ocorrem diversos estímulos ao mesmo tempo e qualquer momento de desatenção pode gerar um grande problema.

Barulhos e situações inesperadas: quando estamos na rua, infelizmente todo tipo de barulho e ação pode acontecer: buzinas altas, freadas bruscas, fogos de artifício, pessoas gritando, entre outros. Se algumas vezes esses estímulos assustam até mesmo a nós, imagine o que eles não podem provocar em um cão com uma audição extremamente aguçada e nem sempre tão bem socializado que possa estar acostumado a essas situações.

Falta de controle do animal: esse é um dos pontos fundamentais, pois por mais que tenhamos treinado um cão, por mais experiências que ele tenha tido na vida, não conseguimos prever suas reações em situações atípicas. O animal tem instintos e reações de medo que podem fugir do nosso controle e, em situações extremas, um comportamento diferente do comum pode ser expresso. O mais perigoso deles é se assustar e sair correndo em qualquer direção.

Passeando com o cachorro com segurança

Já que passear com o cachorro sem guia não é a melhor opção, o que fazer para proporcionar aos cães esses momentos de liberdade tão prazerosos, mas sem colocar a vida deles em risco? Empresas de turismo animal foram criadas para isso! São passeios em meio à natureza e em ambientes seguros para que os cães possam aproveitar um dia todo de passeio, nadar no lago e até fazer rafting com seus donos, com segurança. Outra opção é levar seu peludo para o parque, onde ele pode correr, socializar com outros cães e gastar toda a sua energia.
Meu cachorro puxa a coleira. E agora?

Se o seu cão puxa na guia e isso te incomoda ou impossibilita os passeios, eduque-o para que ande ao seu lado. Se tiver dificuldades, procure um profissional que utiliza métodos positivos no adestramento, você verá como seus passeios diários podem se tornar muito mais prazerosos.

Concluindo, por mais agradável que seja um passeio sem guia para o cão, pense nos riscos imensos que ele corre e escolha a segurança em primeiro lugar. Bons passeios!

Escrito por: Sara Favinha
Zootecnista e Adestradora Comportamentalista na empresa Tudo de Cão