19 de maio de 2014

*Seu gatinho pode viver por muitos anos*


Lindos e tranquilos, os gatos são a companhia ideal para o lar. Se você proporcionar os cuidados que eles precisam, esses carinhosos bichinhos lhe farão companhia por muitos anos.

Bom caçador
O gato é um felino carnívoro e, por instinto, caça roedores e pássaros. No mundo, existem cerca de cinqüenta raças de gato domésticos, embora 80% dos bichos pertençam à raça comum européia, com suas variações da cor vermelha, preta, branca ou tricolor. O gato persa é mais pacífico, e o siamês se destaca como caçador e guardião. As raças angorá (de nariz achatado e pêlo longo) ou o Sagrado da Birmânia precisam de mais cuidados com o pêlo. Quanto à escolha do sexo, machos e fêmeas têm as mesmas características de inteligência e, embora as fêmeas tenham a tendência de ser mais caseiras e os machos mais independentes, a castração atenua essas diferenças.

Higiene e Saúde
Um recipiente à disposição com água e outro com ração balanceada de boa qualidade é a dieta ideal; o gato vai comendo durante o dia a quantidade calórica de que necessita. Além disso, precisa ser vermifugado semestralmente e vacinado contra a raiva anualmente. Para proteger seu gato contra o complexo respiratório dos felinos, é aplicada a vacina tríplice viral felina. Em alguns países, também é comercializada a vacina contra a leucemia felina. Os gatos não têm carrapatos, mas têm pulgas; para eliminá-las, você precisa aplicar algum produto específico e fumigar a caminha e as áreas da casa onde ele costuma ficar.

Longa vida
A castração tem muitas vantagens para esses bichinhos. Um dos motivos é que as viroses são transmitidas sexualmente ou através do sangue. O contágio acontece nas brigas ou acasalamentos, e o animal castrado perde interesse sexual e não sai para brigar por fêmeas nem para ter relações com machos. Além disso, uma fêmea castrada entre os seis e oito meses de idade diminui em 99% a chance de contrair tumores mamários, além de evitar tumores uterinos, infecções e problemas de diabetes. É melhor castrar os machos com cerca de um ano de idade, para permitir o desenvolvimento sexual e evitar futuros problemas na uretra.

Sabe quantos anos vive um gato? “Hoje em dia, um mascote bem alimentado, castrado e vacinado corretamente pode chegar a viver até 30 anos”, afirma o veterinário Diego Farjat, que tem um gato dessa idade entre seus “pacientes”. Cuide bem dele, e a vida média do seu bichinho será de doze a quinze anos de idade.

Fonte: discoverymulher.uol.com.br

15 comentários:

  1. Boa noite Magda.
    Que gatinho fofo,amei,um lindo texto,aprendi muito.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Querida Magda: 30 anos??? Esta é, sem dúvida, uma excelente notícia para mim que tenho a sorte de ter duas lindas gatinhas castradas. A mais velha já está comigo há quase 17 anos e a outra já vai nos 10. Adoro-as pela sua independência, meiguice, safadeza também, rsr,enfim aceito-as tal qual são. Adorei o post ( como sempre) e já faço tudo o que recomendas.
    Bjn
    Márcia

    ResponderExcluir
  4. olá Magda como e bom saber que nossos bichinhos de estimação hoje vivem muito mais,bjs Rosinha

    ResponderExcluir
  5. Oi Magda
    Não tenho bichinhos em casa mas adoro me informar e os seus textos são fantásticos. Um bichano bem cuidado nos fará companhia por longos anos heim? Bom saber
    Beijos e uma linda semana

    ResponderExcluir
  6. Oi Magda.
    Adoro vir no seu cantinho, pois é cheio de amor
    Eu não sabia nada de gatos, pois nunca os tive.
    Uma linda noite
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  7. Oi minha querida amiga Magda,quantos ensinamentos você nos passa.
    Esses sobre os gatinhos eu também não sabia pois também nunca os tive.
    bjs e obrigada pela sua visita e comentário.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  8. Que carinha linda! O Petfeliz achou uma branquinha abandonada essa semana. Está com pneumonia e toda doentinha, mas em breve ficará boa pra doação.
    Adorei as fotinhos que colocou e como sempre, um texto bem explicativo. Imagina a alegria de poder ter um companheiro por 30 anos!!!! É muito legal. Dos meus peludinhos (cachorros), a que viveu mais tempo foi a Azeitona - partiu com 13 anos.
    Sua assinatura tá uma graça!

    Abração esmagador e ótima tarde.

    ResponderExcluir
  9. Que lindo gatinho, Magda
    Admiro o seu capricho e suas postagens sempre tão informativas
    Te desejo uma linda semana, querida
    Beijinhos carinhosos de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  10. Oi Magdaaa... Que Post Completo! 30 Anos? Vou falar isso para a minha vizinha que está completamente Apaixonada por um Gatinho que ela ganhou recentemente! Tem um Selinho Especial para você lá no meu Blog! Ele é um Reconhecimento para Blogs que Inspiram Amor, paz e coisas muito boas! Mil Beijos e fique com Deus!

    ResponderExcluir
  11. Lindos e fofos esses gatinhos, gosto muito de gatos, tão carinhosos e ao mesmo tempo
    tão independentes, beijos Magda.

    ResponderExcluir
  12. Magda, suas informações são super importantes! Os gastos são ariscos? Eu queria muito ter um, mas dizem que às vezes estranham os donos, o que vc acha? E ter gatos em apartamento? Se puder me dê mais algumas dicas! Obrigada!! Bjs

    ResponderExcluir
  13. Lucia, nunca tive gatos, mas acredito que eles não ficam ariscos desde que sejam criados em casa desde filhotes. Os gatinhos de rua são sempre mais ariscos...
    Quanto aos gatinhos em apartamentos, dê uma olhadinha aqui: http://petmag.com.br/13395/gato-de-ape/
    Beijocas!

    ResponderExcluir
  14. Bom dia minha querida!
    Vim te deixar um abração esmagador.
    Lambeijo na Vicky.

    ResponderExcluir
  15. Tenho me encantado cada dia mais pelos Bichanos!!!
    FELIZ SEMANA, linda Magda!
    Com carinho, Lelê

    ResponderExcluir