18/02/2013

Acupuntura em animais de estimação.

A Medicina Tradicional Chinesa é uma ciência médica milenar que acredita que o paciente enfermo possui um desequilíbrio de sua energia vital. Portanto, seu objetivo principal é restabelecer a saúde do paciente através do equilíbrio energético sistêmico.A acupuntura e a fitoterapia chinesa são bases importantíssimas da Medicina Tradicional Chinesa. 

Mas o que é acupuntura?

A acupuntura consiste na técnica de inserir finíssimas agulhas em determinados pontos do corpo do paciente para equilibrar o sistema energético do animal. 

Em quais casos clínicos a acupuntura pode ser indicada?

A cada dia os proprietários de animais vêm se surpreendendo com os grandes resultados obtidos em diversas doenças. As patologias tratadas com a acupuntura são desordens neromusculares, artrite, artrose e displasia coxofemural, desordens neurológicas, problemas de coluna, sequelas de cinomose, paralisia do nervo facial, síndrome vestibular, convulsão e epilepsia, incontinência urinária e fecal, polirradiculoneurite, encefalites e acidente vascular cerebral (derrame), dermatopatias (atopia, dermatite superficial e profunda, otite, sarna demodécica e seborréia oleosa). Além do mais, a acupuntura tem auxiliado pacientes com outras doenças graves a viver com mais qualidade de vida, como é o caso de animais com Diabetes, Hipotiroidismo, Insuficiência Renal e Insuficiência Cardíaca e tumores. 

A maioria dos animais se comporta bem durante as sessões de acupuntura e estas podem ocorrer até três vezes por semana nos casos mais graves.O ajuste da frequencia das sessões ocorrerá conforme a resposta clínica do paciente, isto é, no início as sessões são mais frequentes e depois tornam-se mais espaçadas para quinzenais, mensais, semestrais ou conforme a necessidade do paciente.

Fonte: http://www.cadecachorro.com