Hipertermia pode matar! Cuidado com o calor!

Escolha horários frescos, evite caminhar no asfalto, dê preferência para
áreas arborizadas e gramados.
Cães submetidos a passeios longos em horas quentes do dia, principalmente aqueles que não estão condicionados ou acostumados, podem começar a apresentar respiração rápida, hipersalivação, saliva espessa, mucosas de coloração vermelho escura (cor de tijolo), tremores musculares, vômitos, diarreia, falta de coordenação motora (andar cambaleante) e até perda de consciência, desmaios e convulsões. Fique atento a esses sintomas.

Esses sinais também podem ocorrer com gatos que estiverem viajando em carros sem ar-condicionado, ou fechados em locais quentes, sem ventilação, como caixas de transportes, etc.
Muito cuidado com seu gato, principalmente se for um Persa, Birmanês, Himalaio. 
Os animais sentem o calor da mesma forma que nós, mas especialmente os cães e gatos não possuem glândulas sudoríparas espalhadas pelo corpo, somente algumas glândulas nas regiões dos coxins (almofadas das patas) e nas narinas. Portanto, trocam calor com o ambiente principalmente através da ofegação. 

Em dias muito quentes, nem sempre conseguem fazer uma troca satisfatória, principalmente se estiverem sob exercício intenso e se estiverem em um local muito quente, como um carro fechado sob o sol do meio dia, uma casinha exposta ao sol sem proteção, animais presos a correntes sem poderem buscar uma proteção.

Braquicéfalos exigem atenção especial nos dias quentes.
Alguns animais são mais predispostos: todos os braquicéfalos: como bulldogues ingleses, buldogues franceses, cães shih-tzus, lhasa apsos entre outras raças que sofrem com o calor. 
Muitos cães que saem para passear nas horas mais quentes do dia acabam ficando exauridos mais rapidamente que o normal, e se o seu responsável não perceber os primeiros sintomas do aumento da temperatura corpórea, esses animais podem desenvolver a chamada Hipertermia Fatal ou "Heat Stroke".

Primeiros socorros

Identificados algum dos sinais descritos no inicio acima,o responsável primeiramente deve retirar o animal do ambiente quente ou da exposição direta ao sol, resfriar as patas e a região do pescoço e cabeça com toalhas molhadas ou água fresca.Se possível, levar o animal imediatamente ao veterinário, evitando usar água muito gelada ou gelo, pois o resfriamento rápido também pode ser prejudicial. Ofereça a ele água fresca, mas não o force a tomar líquidos principalmente se estiver inconsciente ou convulsionando. 
Resfrie seu cão com toalhas úmidas. 
No veterinário vai ser imediatamente instaurado o tratamento apropriado à base de oxigênio terapia e fluido terapia intravenosa com aplicação de medicamentos específicos como corticosteróides e glicose. Se o animal já estiver convulsionando, mantenha-o em local baixo e acolchoado até chegar ao veterinário. Lembre-se: essa é uma condição que necessita de cuidados médicos emergenciais que só o veterinário pode oferecer. Se não for possível levar o animal imediatamente ao veterinário, promova o resfriamento gradual do animal até ser possível seu deslocamento para a clínica.

Prevenção
Para prevenir esse grave quadro, deve-se evitar passear com o animal nas horas mais quentes do dia. Nunca deixe seu cão sozinho dentro de carros com os vidros fechados, mesmo em dias não tão quentes. Nas Pet,depois do banho, solicite que sejam secados com temperaturas amenas.

Transporte os animais em carros climatizados e nunca os deixe em carros fechados.
Evite exercícios rigorosos ou caminhadas longas em dias quentes e opte sempre por caminhar em áreas com sombra e nunca em áreas com sol direto, pois o chão pode estar muito quente e causar queimaduras nas patas. Ofereça sempre água fresca ao longo do trajeto.

 Nos dias de muito calor, use o secador só quando necessário e no morno ou frio.
Evite usar roupinhas nessas épocas do ano e procure tosar cães muito peludos ou que possuam sub-pêlo. Se possível, ligue o ar-condicionado ou ventilador nos ambientes muito quentes.

                               Cuide bem do seu amigo. Evite essa cena!
  

                        Tanto Hipertermia (alta temperatura corporal) quanto  Hipotermia (baixa temperatura corporal) pode levar o animal à óbito se não houver os primeiros socorros e atendimento médico imediato. 
Esteja sempre atento!




25 comentários:

  1. Como sabes, soy Educador Medio Ambiental y Tu Espacio me cautiva y me encanta.
    Ante Todo, somos Seres Humanos que tenemos que poner nuestro granito de Arena para ayudarles a vivir un poco mejor...Nosotros, sin duda nos beneficiaremos y nos sentiremos mejor.
    Tu haces un Enorme Trabajo de Apoyo, Cariño e Implicación...Por eso me gusta tanto visitar Tu Espacio, porque que eres una Bella y Gran Persona.
    Abraços e Beijos.
    ¡¡¡Feliz 2014 para Toda Maravillosa Familia y Amigos, de lo cual es un Orgullo serlo!!!
    Abraços e Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Oi Magda
    Quantos ensinamentos. Seu blog é ouro.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  3. Terrível... um amigo meu quase matou seu Rottweiler porque levou-o a correr no verão.

    ResponderExcluir
  4. Infelizmente tem muita gente que não acha que os animais sentem calor, tem suas necessidades e precisa de cuidados. O calor tá terrível!!

    Beijos, Néia e Nikita

    ResponderExcluir
  5. Isso mesmo precisamos respeitados pois eles estão sempre felizes a nos receber.
    Beijo Lisette.
    Feliz 2014

    ResponderExcluir
  6. Olá Magda querida: sempre com ensinamentos tão úteis e preciosos. Onde vivo o calor nunca é excessivo ( embora agora estejamos no inverno), mas é sempre bom saber que o calor a mais pode prejudicar os nossos amiguinhos de quatro patas.
    Bjn
    Márcia

    ResponderExcluir
  7. Olá!Boa noite,Magda
    Ter miaumigos e aumigos é uma alegria para a casa, mas também requer muita responsabilidade. Parabéns pelas dicas de cuidados , úteis, para fazer nossa vida mais fácil e para ficar mais atentos. Cuidados práticos que irão beneficiar para assegurar uma vida mais longa e saudável para eles. E o calor aqui está demais...
    agradeço pelo carinho da visita,muito obrigado, belo restinho de domingo e feliz início de semana, beijos!

    ResponderExcluir
  8. Com certeza, aqui é muito calor e todo cuidado é pouco, deixamos sempre água fresca, sombra e chão de cerâmica bem geladinha para eles!

    P.S: Teu Blog ficou um arraso!! Amei!!

    Beijos!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  9. Eu faço o possível para acordar cedo e caminhar com os cães enquanto ainda tem um ventinho, na verdade acordo quando o Barum começa a latir, fazemos uma caminhada não muito longa mas mesmo assim ele volta de língua de fora e se joga no chão da sala com respiração ofegante. Já conversei com o vet e vamos lá amanhã novamente (não é fácil ser um cão idoso). Vou experimentar usar uma toalha úmida quando voltar da caminhada, ainda bem que ele toma bastante água!
    Beijos
    Laís

    ResponderExcluir
  10. Oi, Magda, os animais precisam ser muito amados mesmo! Beijos!!!

    ResponderExcluir
  11. Bom dia Magna.
    Excelente postagem, o calor no brasil está demais,todo cuidado é necessário,principalmente com os animais que não falam, observar e cuidar é essencial.
    Uma ótima semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Excelente dicas, Magda!
    Sempre vou passear com meus cães de manhã ou bem de tarde. Eu não aguento o calor, imagino eles...
    Ótima semana!
    Bj.

    ResponderExcluir
  13. Com o calor que está fazendo em todo país, temos que tomar o máximo de cuidado!
    Gostei das dicas!
    Beijo e uma bela semana!

    ResponderExcluir
  14. Já presenciei cenas de cães passando mal por causa do calor. Precisamos ter cautela e bom senso na hora dos passeios, com nossos animais, nesse calor.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  15. Magda querida,
    já aconteceu conosco, um cachorrinho morreu numa viagem de 12 horas
    ele morreu por causa do calor e o sol estava muito forte, meu filho ficou super
    triste, não gostamos de lembar o ocorrido.
    Valeu pelas dicas!

    Feliz 2014 junto a sua família!
    Bjs

    ResponderExcluir
  16. olá Magda,excelente materia como sempre,,bjs Rosinha

    ResponderExcluir
  17. Querida Magda
    Que bom passar por aqui e matar as saudades
    Gostei muito da sua postagem
    Te desejo uma maravilhosa semana, querida
    Adorei o novo visual do blog, viu?
    Deixo um beijinho carinhoso para você e Vicky
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  18. Nossa... que postagem interessante, adoreii...
    os meus eu dou banho todo o final de semana, pois aqui é muito quente..
    feliz 2014 e um bjão
    http://postcao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Eu fico com o meu umidificador ligado.

    Tadinhos, eles sofrem com muito calor.

    Passeamos logo cedinho.

    Querida Magda, tenha um ano MARAVILHOSO e ...que continuemos juntas em 2014!

    beijinhos,

    Lígia e =^.^=

    ResponderExcluir
  20. Oi Linda Magda!
    Postagens sempre interessantes e bastante importantes!
    OBRIGADA por estares sempre colaborando para que todos nós que amamos os bichinhos possamos cuidar cada vez melhor de cada um deles!
    O Blog está Lindo (sempre foi...rs...) mas está cada dia mais!!!
    Bjs e Feliz Domingo!!!

    ResponderExcluir
  21. Magda,

    Excelente artigo, vou compartilhar. E indicar para uma pessoa que tem mania de levar um Shihtzu para andar no calor, ele fica acabado depois.

    Bjs

    ResponderExcluir
  22. Bom dia Magda.Vim lhe desejar um lindo més de fevereiro,e que todos os seus sonhos sejam realizados,com a proteção e orientação de Deus.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  23. Puxa, nem fale! Essa condição é extremamente terrível, pode matar um animal tranquilamente! Vi muitos casos em São Paulo, mas aqui em Goiânia não é muito comum! Acho que os bichos daqui são bem acostumados com o calor! Mas é sempre bom ficar alerta!!

    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  24. Bom dia Magda!
    Esse é um assunto que me preocupou assim que meu Enzo chegou em casa. Ele é mistura de pastor bernese com labrador (muitos até o confundem com golden). Tem um pelão liso e preto e fiquei preocupada com o calor. Perguntei para a veterinária pq lá em casa tem locais de sombra, cobertos, árvores... se eu teria que fazer algo ref ao calor e ela me perguntou sobre ele. Respondendo, ela disse que estava tudo bem. Então estou sempre observando, mas ele passou bem durante o calor. CÂOminhadas só bem cedinho, pois tb não suporto o calor.

    Boa matéria, com sempre. Te citei lá na caverna, depois espia.

    Abração e ótimo final de semana.

    ResponderExcluir
  25. Se a gente sofre com esse calor imagina eles =/

    ResponderExcluir