Atenção para a alta salivação dos gatos!


O gato com salivação intensa ou sialorreia deve ser avaliado baseando-se na distinção de dois grandes grupos de enfermidades: as afecções orais, que acometem a boca, dentes, língua e anexos, e as afecções não-orais, que são doenças que acometem outros sistemas orgânicos, com reflexo na produção exagerada de saliva. Portanto, o exame clínico e laboratorial são imprescindíveis nestes casos.

Muitas vezes lesões orais, como úlceras, causadas por viroses ou contato com produtos químicos ou plantas, são as causas mais comuns de sialorreia nos felinos. Problemas dentários, como fraturas, periodontite e reabsorção odontoclástica podem ser incriminadas também, principalmente em gatos mais idosos. Essas enfermidades orais costumam deixar o animal sem apetite, pela dificuldade em apreender e deglutir o alimento, além de que a saliva vêm tingida de sangue e com odor alterado.

Corpos estranhos como linhas de costura, gramíneas, etc, podem ficar presos na língua ou dentes, ocasionando sintomatologia parecida.
O felino que saliva intensamente, mas sem alterações na cavidade oral, deve ser avaliado para saber se ele tem doenças sistêmicas, muitas vezes mais sérias. Disfunções no fígado e nos rins podem causar náuseas e enjoos, levando o animal a episódios de salivação, principalmente quando tenta se alimentar. A doença renal é uma das causas mais comuns de sialorreia no gato doméstico.

O estresse também é um fator importante. Gatos com medo, ansiedade ou dor podem salivar profusamente. O evento estressante muitas vezes pode ser difícil de ser percebido, mas perseguições por outro animal, disputas territoriais, combates, tudo isso pode deixar o felino em “alerta” e ao menor estímulo visual ou auditivo ele saliva, podendo continuar por muitos dias. Assim, uma abordagem diagnóstica extensa e precisa é fundamental para o tratamento correto, podendo ser uma enfermidade mais simples, de fácil tratamento ou até uma afecção fatal para seu felino.

Por: Reginaldo Pereira de Sousa Filho*

Médico veterinário do Hospital da Faculdade de Veterinária da Uece (Favet Uece) e pós-graduado em Clínica de Felinos


35 comentários:

  1. Que maravilha nos tirar tantas dúvidas e alertar quanto as doenças que os nossos bichinhos poderá ter..............! Beijinhos amáveis...

    ResponderExcluir
  2. É extremamente importante conhecer os sintomas de algumas doenças! O meu gatinho Martim (ele era filho da Pink e tinha 7 anos) começou a babar de repente e perder o equilíbrio, eu estava indo dormir mas achei que era um problema grave e o levei ao vet, ele ficou internado alguns dias mas não sobreviveu. Provavelmente foi um caso de insuficiência renal aguda, a Pink tem insuficiência renal crônica que eu trato com a ração específica e soro. Qualquer sinal diferente nos animais deve ser investigado por um vet!
    Ótimo post!
    Beijos
    Laís

    ResponderExcluir
  3. Gostei da postagem, Magda
    Obrigada por compartilhar
    Linda tarde para tí
    Beijinhos mil de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  4. Gostei bastante do seu blog. Depois dá uma olhadinha lá no meu, e se gostar pode curtir ou me seguir de volta. Beijos...

    http://rosaachiiclete.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Magda querida, sempre trazendo informações importantes e ajudando aos donos dos bichanos né?
    Adorei o post...

    Bjsssssssssss amiga.

    ResponderExcluir
  6. Ohhhh minha querida Magda, sempre com informaçao importante para nos papais de lindos patudinhos... Os meus mais ou menos de 6 em 6 meses estao indo no veternario fazer exame de rotina... Tenho o maximo cuidado com eles!!!

    Beijocas

    Margarida

    ResponderExcluir
  7. Magda adoro blog que da instruções de animal hoje fiquei ciente de coisas ,
    que desconhecia.
    Tenho uma gata com 20 anos é linda eu ñ tenho ideia quantos anos vive uma gata.
    Foi feito cirurgia nela a muios anos teve um acidente meu filho atropelou a bichinha
    a boca saiu tudo do lugar foi duro cuidar ,mais graças a Deus esta viva e linda.
    Lida tarde beijos,Evanir.

    ResponderExcluir
  8. oi Magda,sempre trazendo ótimas informações a respeito dos nossos amiguinhos bjs Rosinha

    ResponderExcluir
  9. Realmente quem tem animais tem que ficar atento às mudanças de comportamento e essas disfunções, pois assim como nos humanos tudo o que é tratado cedo dá menos problemas. Gostei de saber dessas informações....
    Abraço

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Magda
    Tudo bem?
    Obrigado pelo carinho da visita
    coincidência...logo agora,percebi uma mudança no comportamento de meu "miaumigo" Bigode...nada a ver com a salivação,mas algo que ele não "deglutiu" bem...cheguei agora e vi agora, mas vou ter q levar logo ao vete.
    Obrigado por compartilhar!
    Boa noite
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Já vi alguns casos de colegas que me contaram, é muito importante ficar atento a qualquer mudança... Achei bem legal a foto do primeiro gatinho com a linguinha em forma de coração, rs.
    Amo sempre as suas informações, seus posts são muito bons!

    BEIJOS! Te desejo uma linda semana!

    ResponderExcluir
  12. Magda, parabéns pelo seu ótimo blog, tudo que trata de animais é importante e valioso, eu cuido e conheço tb algumas pessoas que amam e cuidam. Bjs.

    ResponderExcluir
  13. Nossa que legal... eu acabei devolvendo o Simba para minha mãe... não conseguiu se adaptar aqui em casa infelizmente... beijinhos e uma ótima quinta- feira.

    ResponderExcluir
  14. Conheci uma gatinha que salivava muito, pois tinha tártaros horrendos, inflamação e retração de gengiva. Os tutores eram muito pobres, insisti em ajudar com o tratamento, mas eles sumiram! Você não sabe o sofrimento que eu senti por essa gatinha! Espero que eles tenham tomado alguma providência.

    ResponderExcluir
  15. Querida Magda: é sempre um prazer passar por aqui,pois aprendo sempre alguma coisa sobre os nossos amados bichinhos. Nem sabia que as minhas duas "meninas" podiam vir a padecer desse mal ( é que uma delas já é bem velhinha).Hei de estar atenta a esta patologia.
    Bjn
    Márcia

    ResponderExcluir
  16. Eu amo animal... achei teu blog por acaso
    e gostei muito :) Já sei que vc é uma pessoa maravilhosa de coração por gostar tanto de animais :)
    Já tô seguindo!
    Comecei com blog a pouco tempo... se quiser passa lá da uma olhadinha e se gostar segue?? :)
    Adoraria te ver por lá
    bjos
    http://meninasdesaltto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Eu não sabia que por trás da salivação exagerada poderiam ter tantas doenças.
    beijos

    ResponderExcluir
  18. Excelente post, rico de informações!! Miauuu... Te convido para conhecer meu blog!!

    ResponderExcluir
  19. Ótimas informações, Magda. Minha filha está cursando veterinária e ela me disse que tudo no gato é mais complicado do que no cão. Muita paz!

    ResponderExcluir
  20. Olá tudo bem com você?! Estou passando por aqui para avisar e convidar você e as suas leitoras a participarem de um sorteio que está rolando lá no Blog! Serão sorteados 12 lindos produtos de maquiagem e o resultado sai dia 11/05!
    Confiram e vejam os detalhes:
    http://myllaworld.blogspot.com.br/2013/04/1-sorteio-do-blog-serao-sorteados.html

    Beijos tenha um bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  21. Magda, super interessante essas dicas fornecidas pelo veterinário.
    Eu não tenho gato, mas dois irmãos meus tem, vou passar o endereço de seu blog para eles lerem.

    Obrigada pelo carinho teu no meu blog.

    Tenha uma noite de paz e um domingo delicioso.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  22. Olá Magda!Passei para dizer que finalmente há novidades! Espero que esteja bem e desejo uma boa semana!

    ResponderExcluir
  23. Amiga, passei p/ te desejar uma semana de sucesso e muito abençoada.

    Bjssssssssss

    ResponderExcluir
  24. ...oie!
    Adorei seu blog pois tenho muito carinho pelos animais. Tenho dois poodles que adotei de duas crianças que enjoaram do brinquedinho e não os quiseram mais. São lindos e nós os amamos muito.
    Parabéns pelo blog e também estou a te seguir!
    Beijos Magda.
    Rô!

    ResponderExcluir
  25. Olá vim retribuir sua visita ao meu blog. Tem dois sorteios rolando por lá, se quiser participar será muito bem vinda. Bjuuu

    ResponderExcluir
  26. Boa noite Magda e obrigado por seguir meu blog e por deixar um fofo comentário.Que excelente blog você tem em defeca dos animais,eu tenho um cachorro muito sapeca e espertinho,parabéns por essa iniciativa beijos,

    ResponderExcluir
  27. Esses nossos irmãozinhos queridos não deveriam ficar doentes, tadinhos...Mas, Deus sabe o que faz! Beijos, Magda!!!

    ResponderExcluir
  28. Ola tudo beem ?
    Passando pra retribui a vista :))
    seguindo .. adorei seu blog
    te desejo todo sucesso


    http://mundofashiondataah.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Ótimo post!
    Importantes informações para quem tem felinos.
    Abraços

    ResponderExcluir
  30. Oi amiga, muito interessante o post, aguardo um sobre cachorros pois eu tenho um! kk
    Beijos e boa semana!

    ResponderExcluir
  31. Olá querida, retribuindo visitinha adorei a postagem, muito valiosa. Boa tarde e beijinhos para ti.

    ResponderExcluir
  32. OLÁR QUERIDA VIM RETRIBUIR SUA VISITA A MEU BLOG, SEU BLOG É UM ESPETÁCULO, AMEI,VOU VOLTAR SEMPRE QUE PUDER,JA ESTOU TE SEGUINDO ,BJS

    ResponderExcluir
  33. Pessoal
    Ajudem comprando qualquer item da promoção da lojinha para ajudar nas despesas dos animais resgatados que aguardam adoção em lar temporário
    http://adoteumfocinhocarente.blogspot.com.br/2013/04/mais-coisinhas-novas-na-lojinha-itens.html


    ou comprando qualquer numero da rifa
    http://adoteumfocinhocarenterifas.blogspot.com.br/

    Por favor, ajudem na divulgação. Quem sabe aquele amigo que vc nem sabia quer adotar um animalzinho??
    WWW.adoteumfocinhocarente.blogspot.com

    ResponderExcluir
  34. o gato da minha vizinha vem babando desde que era um pequeno filhotinho, agora ele tem alguns meses e mesmo assim continua babando, pior é que o antigo dono,no caso uma criança de 6 anos também costuma a babar muito, não sei se foi algo passado da criança para o gato... só sei que o gato já faz alguns meses de vida e nem tão pouco melhorou. Oque pode ser isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucas,
      Gostaria de poder ajudá-lo, mas não sou veterinária. Só um profissional pode avaliar e indicar o melhor tratamento para esse gatinho.
      Obrigada pela visita.

      Excluir