18/03/2013

Qual o melhor momento para dar um cão ao seu filho?

Antes de ceder aos apelos dos filhos, veja o que é preciso levar em conta ao comprar ou adotar um bichinho de estimação e qual a melhor raça para seu filho. Confira as dicas de um especialista.

O contato entre criança e bicho pode ser estabelecido desde os primeiros anos. Entre outras coisas, ajuda a ampliar o senso de responsabilidade dos pequenos, que, aos poucos, colaboram na rotina de cuidados com a mascote.

Para que a experiência dê certo, um profissional deve orientar o processo e a escolha da raça. Os cães de porte grande, caso do labrador e golden, requerem espaço. São interessantes para crianças com temperamento mais ativo.

Já as raças menores e com pelos longos, como shih tzu, satisfazem os pequenos que gostam de cuidar e carregar no colo.

Mas lembre-se: bichos não são brinquedo e geram gastos. Crianças, claro, não têm consciência disso. Então, sempre que seu filho pedir um bichinho, não o iluda dizendo que "vai pensar no assunto" Explique suas razões com argumentos claros e dê a ele oportunidade de contato com a natureza: leve-o ao zoológico, a parques ou simplesmente até o vizinho que tem um cão.

As 6 raças de cães mais recomendadas para conviver com crianças:

Aqui estão algumas raças de cães entre aquelas reconhecidas pelo temperamento afetuoso e brincalhão. Você vai conhecer as características de cada uma e descobrir quem pode ser o melhor amigo do seu filho. Confira:

1. Labrador

Alegre, flexível e grande amigo, o britânico labrador tem disposição de sobra para brincadeiras. A inteligência e o temperamento estável estão entre as marcas registradas da raça. Por isso mesmo, o labrador é um dos preferidos para atuar como guia para cegos. Para manter a forma, o labrador precisa nadar, caminhar, correr e se entregar a brincadeiras. Além disto, são recomendados banhos mensais. O pêlo resistente requer uma boa escovação a cada semana.

2. Yorkshire


Simpático e afetuoso, o inglês yorkshire é dono de personalidade marcante. Bom amigo de crianças maiores, com cerca de 8 anos, que já podem entender a importância de se respeitar seu porte delicado. Pulos de lugares altos são arriscados: portanto, cuidado ao colocá-lo em sofás ou camas. Como adora brincar pela casa, o yorkshire só precisa de passeios curtos para atender às necessidades de exercícios. O grande charme da raça é a pelagem longa, que requer escovações diárias e banhos semanais.

3. Cocker Spaniel Inglês


Imortalizado por Walt Disney em A Dama e o Vagabundo, o britânico cocker é conhecido pela personalidade afável e amorosa. Sensível, aprende com facilidade desde que seja tratado com o mesmo carinho que dispensa a todos da família. As caminhadas diárias, as brincadeiras e a alimentação correta são importantes para mantê-lo em forma e evitar uma certa tendência à obesidade. Escovações todos os dias e um banho semanal vão deixar a pelagem do cãozinho sempre bonita. Para prevenir otites, os ouvidos devem ser limpos duas vezes por semana com cotonete e produtos recomendados pelo veterinário.

4. Boxer


Tem um jeito bem-humorado e é tolerante com crianças e adultos. O temperamento afetuoso resulta da cuidadosa seleção de linhagens feita na Alemanha. Para educá-lo nas regras da família, os donos devem dosar firmeza e carinho. Bastante dinâmico, o boxer precisa gastar as energias com longas caminhadas diárias e exercícios, como buscar brinquedos. Com banhos mensais, o pêlo curto e liso ganha brilho. Se for escovado todos os dias, vai ficar feliz.

5. Golden Retriever


A docilidade, o charme e o potencial afetivo fazem desse britânico um dos companheiros preferidos em todo o mundo. Mas, para dar amor, ele precisa também receber. Como o golden só se realiza ao interagir constantemente com adultos e crianças, deve ser criado dentro da casa. Muito inteligente, aprende tudo rápido. A família toda vai ficar em forma para atender às suas necessidades de exercício. Nadar, correr, caminhar, ir e vir com brinquedos estão entre suas distrações favoritas. Banhos semanais e tosas higiênicas trimestrais garantem a higiene e elegância.

6. Dachshund


Oficialmente chamado de dachshund ou teckel, é mais conhecido como bassê ou salsicha. Alegre, corajoso e devotado, esse alemão às vezes age com teimosia. Por isso, imponha limites desde cedo. Você pode escolher entre os tamanhos standard, miniatura e anão e entre a pelagem lisa, longa ou dura. A coluna vertebral longa pede atenção na hora de pegá-lo no colo. O ideal é levantá-lo firmemente pelo cangote com uma das mãos, apoiando com a outra o corpo dele logo em seguida, tarefa indicada apenas a adultos e crianças maiores. O uso de coleira peitoral não é recomendado. A tendência a engordar é facilmente controlada com caminhadas, brincadeiras em casa e alimentação correta. Escovações semanais e banhos mensais são suficientes para manter o brilho da pelagem.


Não podemos esquecer dos vira-latas que também são cães maravilhosos. Mesmo sem raça definida, eles são tão ou mais: inteligentes, resistentes, dóceis, companheiros, amigos, carinhosos que os outros de qualquer raça.

(Magda)                                                                                     
                                            
Não sou lindo também?