22/11/2012

Dicas importantes para encontrar animais desaparecidos.



Os donos devem:

*Colocar faixas nas ruas (mesmo que a prefeitura tire, basta um dia para muitas pessoas verem)

*Distribuir cartazes em comércios (padarias, farmácias, bancas de jornais, postos de gasolina, lojas...)

*Distribuir cartazes em clínicas e pet shops do bairro em que o animal fugiu e bairros adjacentes.

*Colocar um cartaz do animal no vidro do carro

*Contratar carros de som para anunciar a fuga do animal no bairro que o animal fugiu e bairros adjacentes (tem dado excelente resultado).

*Colocar anúncio nos sites de animais perdidos

*Colocar anúncio no Facebook, Orkut...

*Anunciar numa rádio/jornal local

*Enviar o cartaz por e mail para amigos, parentes, Ongs e protetores de animais

*Deixar cartazes nos CCZs (Centro de Controle de Zoonoses da cidade onde o animal fugiu) e ir de tempos em tempos neste local

Importante:

*Muitas pessoas não conhecem raças de animais, desta forma o cartaz deve conter a foto do animal e/ou a sua descrição além da raça, ou mencionar mestiço ou então colocar sem raça definida.

*Colocar dia, mês e ano da fuga (porque vai ficar nos sites de animais e rodando pela Internet)

*Colocar cidade (o anúncio vai para protetores de várias cidades)

*Colocar bairro de onde o animal fugiu

*Colocar contato do dono: Primeiro nome e só telefone celular com código da cidade

*Colocar e mail do dono (importante para o caso de alguém achar um animal parecido, poder enviar a foto)

*Colocar Gratifica-se: Não colocar valores

A persistência dos donos é fundamental...redistribuir os cartazes toda semana ou a cada 15/20 dias, conforme as possibilidades.

Muitos animais são achados depois de 1,2, 3...6 meses, até 1 ano. Há casos registrados da volta do animal depois de 2 e até de 4 anos.

Alguns cuidados: O anúncio da fuga de um animalzinho mobiliza muita gente. Muitas pessoas querem ajudar. Assaltos nestes casos não são freqüentes, mas já aconteceram, desta forma alguns cuidados devem ser tomados: Se o dono do animal receber ligações, é recomendável que vá sempre acompanhado (a) com mais pessoas e que fiquem observando de longe. Dependendo do local, é melhor pedir para a pessoa trazer o animal até o dono e dizer que gratifica. Caso a pessoa queira trazer o animal não fornecer o endereço da casa do dono do animal.É melhor marcar numa padaria, posto de gasolina ou algum local de movimento. Não desistir! Com essas medidas muitas pessoas conseguiram recuperar seus animais. Para evitar este sofrimento é importante manter o animalzinho permanentemente (mesmo dentro de casa) com coleira com plaquinha de identificação com o telefone celular do dono com o código da cidade.Também é interessante microchipar o animal, porém este método ainda é pouco conhecido no Brasil e poucas pessoas têm o leitor de microchip. O ideal é utilizar-se das duas formas de identificação.As plaquinhas podem ser achadas em vários pet shops e lojas que vendem produtos para animais. Em São Paulo nas lojas Cobasi fazem em 10 minutos.