07/04/2012

*Meus anjos que partiram*



Ranna chegou após a partida do Twily, meu cocker dourado. 
Sempre foi extremamente obediente desde pequena. Na primeira bronca que levou foi se esconder no quartinho do fundo e lá ficou... Só saiu quando fui até ela e dei ordem para que saísse. Um encanto...

*Minha menina, muito obrigada pelos dias de imensa felicidade que passei ao seu lado. Você foi a coisa mais linda, mais meiga, amorosa, bondosa, disciplinada, companheira, amiga que eu poderia ter em minha vida.
Te amarei eternamente.
Um dia nos encontraremos*


 


Twily, meu cocker dourado que também trouxe muita alegria para nosso lar. 
Ciumento com seus brinquedinhos, temperamento forte, de poucos amigos, mas um companheiro e tanto. Seu rabinho balançava constantemente o dia todo, até hoje nunca vi um rabinho que balançasse tanto... :)
Meu loirinho que saudades de você!!


Barrinhas

Pique, meu primeiro cachorrinho. Ele chegou em casa aos dois anos de idade. Papai tinha certeza que mamãe não iria aceitá-lo...engano dele. Foi um louco amor à primeira vista. Pique pulou no colo da mamãe e não saiu mais! Não teve jeito, aquele pequinês lindo, peludo e cheiroso já era nosso! E ficou conosco durante dezesseis anos.
Pique era calmo, muito carinhoso, latia pouco e não gostava muito de visitas. Dava a patinha e ficava sentadinho. Um doce de cachorrinho! 
Saudades desse fofo que me viu crescer e me fez muita companhia na época em que sentia falta de um irmão, Pique foi um substituto a altura!